quarta-feira, fevereiro 21, 2024
InícioDestaqueInvestigação de Mafra auxilia na identificação e prisão de suspeito de furto...

Investigação de Mafra auxilia na identificação e prisão de suspeito de furto de carga de vinhos

- Advertisement -

Informações são da Polícia Civil

Nesta terça-feira (28), a Polícia Civil de Santa Catarina, por meio da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (DFRC/DEIC), deflagrou a 3ª fase de operação policial em uma investigação relacionada a um furto de carga de vinho, ocorrido em maio deste ano. A ação ocorreu na cidade de Curitiba, no estado do Paraná, e resultou na prisão de mais um dos envolvidos no fato criminoso. 

Já sabendo que o investigado estava usando uma tornozeleira eletrônica pela prática de crimes patrimoniais e porte ilegal de arma de fogo, ocorridos no estado do Paraná, bem como da sua rotina, a equipe de investigação realizou a prisão quando o autor deixava sua residência.

Na ocasião foi apreendido material de interesse da investigação que será analisado e periciado, subsidiando a investigação em curso.

O Delegado titular da DFRC/DEIC, Osnei Valdir de Oliveira, coordenou a ação e destaca o apoio da Divisão de Investigação Criminal de Mafra nas diligências e o apoio logístico da Delegacia de Furtos e Roubos de Cargas de Curitiba, assim como do Sistema Prisional.

Após os procedimentos de praxe, o preso foi encaminhado ao Sistema Penitenciário do estado do Paraná.

Investigação

Após robustos elementos colhidos durante as primeiras fases da investigação, foi possível a identificação de um homem responsável pela intermediação de pagamentos para que a logística do furto obtivesse êxito.

Com a prisão de hoje, todos os envolvidos no crime de furto da carga foram identificados e presos, em trabalho célere tanto da Polícia Civil quanto do Ministério Público e do Poder Judiciário. Os demais integrantes do bando aguardam presos pela prolação da sentença.

Denúncias e informações relacionadas a Roubo de Cargas podem ser encaminhadas para o e-mail [email protected] ou pelo WhatsApp (48) 99161-8446. O anonimato é garantido.

Últimas Notícias