segunda-feira, agosto 8, 2022
InícioEducaçãoProjeto da EMEB Avencal do Saltinho leva alunos do Pré I e...

Projeto da EMEB Avencal do Saltinho leva alunos do Pré I e II à autopercepção

Saiba mais sobre o projeto “Autorretrato: somos assim!”!

- Advertisement -

Vinculada aos saberes “o eu, o outro e o nós, identidades e minhas primeiras obras” as turmas do Pré I e II, da EMEB Avencal do Saltinho, sob a regência do professor de arte, Gabriel de Paula, desenvolveram a atividade “Autorretrato: somos assim!”. Gabriel fez com que as crianças desenhassem a si mesmas e aos colegas, além de conhecerem e debaterem o conceito de autorretrato, finalizando com uma atividade de criação do seu próprio com uso do objeto “pedra”. Para o professor, esse resultado dos estudos com a pedra foi em referência ao trabalho do artista norte-americano Jimmie Durham (1940-2021), em seu autorretrato: fingindo ser um monumento em pedra de mim mesmo, fotografia, 2006. (vide ilustração anexa).

Construção do autorretrato

Escolhendo a pedra como material para desenvolver a atividade, esta seguiu várias etapas, como uso do espelho e atividades de percepção/observação e também brincadeiras. “Cada aluno colocou sua personalidade, autopercepção e emoções na configuração do seu autorretrato em pedra, pois o este não é necessariamente um retrato fiel ao artista/pessoa, mas pode e representa traços da sua personalidade, emoções e significados pessoais que por vezes, inconscientemente, são representados nas cores, formas, escolhas e o modo como produz”, explicou o professor.

Arte

Sobre trabalhar a arte em sala de aula, o professor explica que “é uma forma de promover uma formação humana, cultural, artística e socioemocional, desenvolvendo e refinando as habilidades interpessoais: o outro e as diferenças – habilidades e saberes tão essenciais para a formação e a vida em sociedade. É a área de conhecimento da arte que é capaz de desenvolver e abordar na formação escolar de forma intensa e metodológica”. Ele cita ainda as palavras da pesquisadora brasileira Miriam Celeste: “a arte é importante na escola, principalmente porque é importante fora dela”.

Por Assessoria de Comunicação

Últimas Notícias